quarta-feira, 22 de março de 2017

Cinco anos da IGT Assessoria e Consultoria de Comércio Exterior



Evento para clientes e parceiros irá marcar aniversário e nova fase da empresa, que em breve atenderá mais estados do Brasil e vai contar com apoio em Miami

No dia 31 de março, a IGT Assessoria e Consultoria de Comércio Exterior, empresa curitibana voltada a atender empresas importadoras e exportadoras do Brasil, completará cinco anos de atuação. Para celebrar a data, as empresárias, Patricia Ihara e Vanessa Tedesco, irão promover um jantar no restaurante Coco Bambu, o qual reunirá clientes e parceiros.

“Nada mais justo do que comemorarmos junto com as pessoas mais importantes de todo o processo, nossos clientes. Embora sejamos uma empresa jovem, no mercado em que atuamos, já são cerca de 19 anos de experiência voltados para o Comércio Exterior”, afirma Patricia Ihara.

“Não segmentamos nossa ampla área de atuação, o que nos permite atender os mais diversos portes de empresas; trabalhamos para empresas de setores como metal mecânica, indústria gráfica, moveleira, metal plástica, têxtil, agropecuária, medicamentos, entre outros, no processo aduaneiro de importação e exportação, projetos especiais, pleitos para ex-tarifários, consultoria e treinamento”, completa.

Patricia ainda comenta que um dos principais diferenciais da IGT está em atender os clientes de forma personalizada. “Independente da necessidade, todos têm a mesma importância, os consideramos como uma parte vital da empresa e buscamos sempre o melhor em termos de segurança na operação, agilidade na liberação das cargas, redução de custos e confiabilidade junto ao segmento aduaneiro, o qual envolve muitos órgãos importantes para o sucesso da operação. Trabalhar junto com o cliente e com a legislação aduaneira vigente, é uma das premissas do nosso trabalho, de forma que possamos garantir a excelência dos serviços prestados”.

Vanessa Tedesco conta que 2017 será um ano de expansão. “Hoje estamos no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Bahia, e em breve estaremos oferendo nossos serviços em Minas Gerais e Espírito Santo. Além disso, estaremos também com apoio em Miami, o qual nos dará suporte no atendimento a clientes e difundirá a marca no mercado externo. Nossa meta é poder fidelizar novos clientes, assim como fizemos com importantes empresas que confiam em nosso trabalho e estão conosco ao longo desses cinco anos”, comemora.

segunda-feira, 20 de março de 2017

A Floreria inaugura boutique de flores em Curitiba





Desde setembro de 2016, A Floreria iniciou suas atividades oferecendo arranjos de flores e buquês, assinatura floral e flores para eventos. A boutique foi inaugurada quando duas amigas arquitetas passaram a utilizar suas referências de formação para criar arranjos florais. Assim, passaram a reunir a paixão pela arte e pelo design apresentando uma estética harmônica de cores, texturas e formas em cada produto.

O processo criativo se inicia com intensa pesquisa, desenho e uma cuidadosa escolha das embalagens. “Nossas viagens pelo mundo são fonte viva de inspiração. Acreditamos na beleza das flores, no seu poder de traduzir emoções e sentimentos”, comenta Caroline Zanchet, sócia-proprietária d’A Floreria.

Seja para presentear em datas comemorativas (buquê, flower bag), para decorar comemorações com arranjos, flower bike (eventos corporativos, festa infantil, aniversário), para tornar a casa mais alegre ou o espaço de trabalho mais agradável (consultórios, escritórios), a boutique também traz uma seleção especial de vasos assinados por artistas e designers locais como Holaria, Studio Creme e Terraquium. A arte floral também se reflete no paisagismo em arranjos de mini jardins e plantas suspensas de alta durabilidade (kokedamas) cheios de estilo.

“A Floreria transparece o carinho em cada detalhe de seus lindos arranjos. Um conceito novo que me encantou com flores cuidadosamente colocadas em recipientes de design selecionados e plantas diferenciadas que dão o toque final a qualquer ambiente, sempre com muito bom gosto. A loja é incrivelmente linda, cheia de vida, cor e delicadeza, um lugar especial para quem adora flores”, comenta a designer Leticia Utime.

Já são clientes e parceiros: A Casa que Brilha; Agência XOK; AMR Arquitetura; Conceito, Consultoria e Gestão de Projetos; Escola Tistu; Grifo Arquitetura; Justen, Pereira, Oliveira e Talamini Advogados Associados; Mactec Engenharia; Surdi & Rosalinski Studio Arquitetura e Uniandrade.

Dudu Sperandio abre as portas de seu novo restaurante em Curitiba





O premiado chef curitibano comprou o tradicional Quanto Basta Cucina Italiana, que acaba de inaugurar após passar uma grande reformulação

Nos últimos anos, o chef curitibano Dudu Sperandio se consolidou como um dos grandes nomes da gastronomia brasileira ao dar uma nova cara para a gastronomia italiana no país. Com sede em Curitiba, seus dois restaurantes (Ernesto Ristorante e Funiculí) acumulam prêmios e são um sucesso do público. Agora, o chef acaba de anunciar a compra e reabertura do Quanto Basta Cucina Italiana, restaurante por quilo que funciona há dez anos no Centro Cívico, um dos bairros mais tradicionais da capital paranaense.

O novo Quanto Basta Cucina Italiana, que acaba de ser reaberto, tem capacidade para atender até 90 pessoas e funciona diariamente com o sistema de buffet durante o almoço, com preparos focados na tradicional gastronomia da “Velha Bota”. Um dos grandes destaques da casa são massas preparadas na hora, na frente do cliente, com variações diárias de molhos. A casa aposta, também, em carnes grelhadas, entre elas mignon, entrecôte, maminha e picanha, além de opções à base de peixe.

O Quanto Basta Cucina Italiana fica na Rua Mateus Leme (nº 1098), no Bairro Centro Cívico, e funciona diariamente, das 12h às 15h. Mais informações pelo telefone (41) 3253-0030 ou no site www.dudusperandio.com.br.

Ludmilla é convidada de honra do aniversário da Shed Western Bar Curitiba




Casa comemora três anos com show exclusivo da cantora nesta quinta-feira (23)

A Shed Western Bar Curitiba completa três anos nesta semana e, para comemorar, recebe ninguém menos que Ludmilla. O show da cantora acontece na quinta-feira (23) e promete animar a noite curitibana com sucessos do funk carioca, como “Bom”, "Hoje", "Te Ensinei Certin" e "24 Horas por Dia". Com 21 anos, a artista de Duque de Caxias (RJ) é sensação do pop/funk brasileiro, graças a uma voz potente, muito carisma e total irreverência. Em cinco anos de estrada, Ludmilla foi indicada para 23 premiações, faturando diversos troféus.
A casa abre ao público para o show às 23h e as entradas custam R$60 (feminina) e R$120 (masculina), com meia-entrada para estudantes. Valores diferenciados de R$30 (feminina) e R$60 (masculina) na lista amiga válida até 0h30, no evento oficial do Facebook:https://www.facebook.com/events/188674211628753/
As reservas podem ser feitas pelo telefone (41) 3343-4467. Mais informações sobre a programação pelas redes sociais da Shed (Facebook e Instagram).

Criatividade e mãos na massa: tema do Comida di Buteco 2017 será cereais

Petisco bar Casa Velha, vencedor do Comida di
Buteco de 2015, quando o tema era frutas.
Crédito: Beto Eterovick


As receitas devem levar algum cereal ou outras variações do insumo. Pode ser no molho, composição, recheio, decoração.

A criatividade na cozinha é um dos ingredientes essenciais para os botecos participantes do Comida di Buteco . O concurso, que já existe há 18 anos e está indo para a sua 3ª edição na capital paranaense, tem como regra escolher a cada ano um tema para os petiscos que serão apresentados e julgados pelo público. Desta vez o escolhido foi cereais.

Quinoa, trigo, cevada, milho, aveia, linhaça, centeio. Esses são alguns dos cereais que podem ser utilizados nas receitas. A intenção de manter um tema, segundo o Gerente Regional do projeto, Filipe Pereira, é desafiar ainda mais a criatividade dos donos de bares e promover a pesquisa culinária. “O cereal está na base da cadeia alimentar do brasileiro do norte ao sul do país. Além disso, apresentam uma grande diversidade, portanto fonte rica para criação de receitas”, explica.

Em edições anteriores temas como frutas, especiarias e queijo já foram os eleitos. Em todas as edições a regra é a mesma: o ingrediente escolhido não precisa ser o protagonista do tira-gosto. Ele pode aparecer como molho, tempero e até decoração do prato.

O concurso - O Comida di Buteco acontece em Curitiba e outras 19 cidades de 14 de abril a 07 de maio. Criado há 18 anos, em Belo Horizonte, o objetivo do projeto é instigar a criatividade e inovação dos bares e eleger o melhor boteco da cidade, além de promover os estabelecimentos participantes, que são escolhidos a dedo pela organização. Eles devem necessariamente ser estabelecimentos familiares, com o proprietário literalmente à frente do negócio e atrás do balcão no dia a dia.

Ao longo dos 24 dias de concurso todos os bares são avaliados pelo público e por jurados sigilosos escolhidos pela produção. O peso dos votos de cada um deles é de 50% e vai decidir o melhor boteco da cidade. Além do tira-gosto, que contempla 70% da nota, a qualidade do atendimento, a higiene do local e a temperatura da bebida também são avaliadas.

O Comida di Buteco é o único concurso que elege o vencedor com votação presencial. Cada cliente que provar o petisco recebe uma cédula de votação no bar e tem que dar sua avaliação no local. Nada pode ser feito pela internet. Também é possível votar apenas uma vez em cada bar. Ao final o instituto de pesquisa Vox Populi faz a apuração do grande vencedor.

Alguns números do concurso de 2016:
- 450 mil votos
- 6000 empregos gerados
- mais de 4 milhões pessoas impactadas nos butecos